fbpx

Em meio à quarentena e aos desafios diários da evangelização em ambientes hospitalares, nossos missionários seguem trabalhando, com os devidos cuidados, para que a mensagem de Cristo permaneça viva e conhecida aos corações que necessitam das Boas Novas.

Sandra Regina de Assis Marques, missionária hospitalar da Convenção Batista Carioca, conta uma das muitas experiências vividas em seu campo de atuação. Entre as quase 200 pessoas alcançadas pela Palavra de Deus, ele destaca a história da Sra G, que se viu cercada pelo amor de Cristo a ponto de desejar um encontro real com o Senhor. Confira:

“Conhecer a Sra G foi uma experiência e tanto. Ela é muito comunicativa, alegre, sincera e atenciosa. Conversamos bastante nas visitas que pude fazer a ela e presenciei o agir de Deus de maneira extraordinária.

Senhora G apresentava um quadro delicado que necessitava de cirurgia. Segundo ela, a falta de cuidados com a saúde foi o motivo que a levou ao hospital e acabou se deparando com uma situação que só Deus poderia intervir, a fim de que o curso da sua doença não avançasse para algo pior.

Além de compartilhar comigo a situação que se encontrava, contou também que frequentou por algum tempo uma religião não cristã, mas que tinha se afastado e desejava conhecer a Deus e se aproximar Dele. Todas as vezes que eu visitava Sra G, levava sempre uma porção da preciosa Palavra de Deus e ela ouvia atentamente, demonstrando interesse em aprender um pouco mais.

Senhora G conheceu uma paciente que estava no leito ao lado do seu e ambas se tornaram amigas. Essa nova amiga, pela graça de Deus, é evangélica e também compartilhava com ela a Palavra de Deus. Mas o que chamou a atenção dessa senhora foi a forma como os irmãos da igreja de sua nova amiga se comportavam. Eles visitavam essa nova amiga, ligavam para ela, mandavam mensagem, ou seja, mostravam tanto amor e cuidado que ela ficou impressionada com isso, e o que é melhor desse relato, a atitude desses irmãos levou a Sra G a desejar viver isso em sua vida e a entregar-se a Jesus.

Ao final de tudo isso, Deus operou um milagre na vida de Sra G, pois a cirurgia que ela fez, que poderia causar muitas limitações, ocorreu bem e ela recebeu alta. G ficou tão grata e feliz com o que Jesus fez na sua vida que, assim que ela se recuperar da cirurgia, vai visitar a igreja de sua nova amiga para contar seu testemunho e fazer a decisão pública de entrega a Jesus.”

A história de G é mais um dos muitos milagres diários do campo missionário. Isso é possível porque há pessoas evangelizando em ambientes estratégicos, enquanto outros intercedem e sustentam financeiramente a obra missionária.

Não deixe de segurar as cordas da obra missionária! Acesse missoesrio.com.br/missionarios e apoie o ministério de homens e mulheres que têm dedicado suas vidas à evangelização do Rio.

Missionária Sandra (direita), ao lado dos voluntários da Trupe Big Bloom da Academia da Fé