Os Batistas Brasileiros celebram no segundo domingo de novembro o “Dia do Diácono Batista”. A palavra “Diácono” é uma palavra Grega que significa servo. O Diácono, como oficial da igreja, serve a mesa dos órfãos e das viúvas, da ceia do Senhor, e a mesa do Pastor.

O Diácono não é um crente perfeito, mas se esforça a cada dia para ser um Diácono por excelência, cheio do Espírito Santo, sabedoria e fé, servindo ao Senhor com alegria.
A função do Diácono é de muita honra e de muita confiança, por isso ele deve caminhar ao lado do seu Pastor, respeitando-o, ajudando-o no desempenho do ministério pastoral, percebendo suas necessidades e promovendo a paz na igreja.

O Diácono chamado por Deus para servir, precisa ter visão do alto, para enxergar a necessidade do irmão mais humilde e também das viúvas, nunca os desprezando, cumprindo assim sua missão. Ele deve em todo o tempo viver e praticar o amor de Deus para com todos. Precisa ser perseverante em oração e na leitura da Palavra de Deus. Também ser responsável oferecendo o seu melhor, pois seu grande desafio é se apresentar com zelo, dedicação e de forma irrepreensível no Ministério que foi confiado pelo Senhor.

Ao longo dos anos Deus têm levantado homens e mulheres para servirem no Ministério Diaconal, e que dedicaram suas vidas em suas igrejas e denominação.
Quero ressaltar para os Batistas Cariocas a importância do Ministério Diaconal em nossas igrejas, onde cada Diácono e Diaconisa sejam fiéis ao Senhor, a igreja e Pastor, agindo sempre com inteligência, buscando desempenhar bem o seu ministério.

Queridos Diáconos e Diaconisas Batistas Cariocas, que possamos ser vasos nas mãos do oleiro, firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o nosso trabalho não é vão no Senhor. (1 Coríntios 15.58)

Um feliz e abençoado Dia do Diácono Batista,

penidoDc. Paulo Marcos Penido da Silva,
Presidente da Associação dos Diáconos Batistas Cariocas.