fbpx

Mais de 2 mil pessoas foram alcançadas pelo evangelho de Cristo nos cemitérios do Rio apenas no último bimestre. O trabalho de capelania, desenvolvido pela Missão aos Enlutados, tem sido intenso e revela o esforço da equipe formada por obreiros efetivos, vocacionados em treinamento e voluntários.

As atividades cerimoniais e aconselhamentos em cerca de seis cemitérios cariocas (São João Batista, Ordem da Terceira Penitência, Memorial do Carmo, São Francisco Xavier, Ricardo de Albuquerque e Irajá) são realizados quase que diariamente pelos missionários. A forma comprometida como executam suas funções fez com que a Missão ganhasse a confiança e o respeito não apenas das famílias enlutadas, mas de administradores e funcionários que prestam serviços cemiteriais.

Além das atividades de campo, a equipe tem realizado treinamentos e visitas às igrejas para a edificação do Corpo de Cristo a partir das experiências relatadas nos ambientes de trabalho. Essas ações fortalecem a chama missionária no coração da igreja local , resultando em investimentos e novos vocacionados.

Falando em vocacionados, boa parte da equipe da Missão aos Enlutados hoje atuante veio como reflexo dessa conexão com igrejas locais. Despertados pelo Senhor em eventos missionários, hoje estão sendo discipulados no campo, aprendendo na prática o sentido mais verdadeiro da expressão “chorar com os que choram”.

A Missão aos Enlutados permanece relevante no contexto carioca porque igrejas e parceiros se unem, mensalmente, com o desafio de sustentar este trabalho. Portanto, se você sente que pode ajudar, ofertando para a manutenção de algum missionário. Acesse www.missoesrio.com.br/missionarios e seja alguém que segura as cordas para que outros possam ir ao resgate de vidas.