Faleceu, na terça-feira (28/07), o pastor Antonino Mello Santos, titular da IB em Gardênia Azul, no bairro de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro. Desde domingo, encontrava-se na UTI do Hospital das Clínicas de Teresópolis para tratamento de traumatismo craniano, em decorrência de queda sofrida na escada de sua residência. Bem quisto por muitos, ele deixa um grande história de serviço e amor a Deus.

Pastor Antonino era conhecido por sua dedicação às Escrituras. Foi professor, biblista e um servo admirado por muitos, em especial, pelas ovelhas da IB em Gardênia Azul, onde pastoreou por mais de dez anos. À noite, familiares e amigos participaram de uma live de gratidão a Deus pela vida do Pr. Antonino. A cerimônia, transmitida pela PIB de Teresópolis, foi dirigida pelo Pr. Renato Cordeiro de Souza, que é primo de Regina – esposa do Pr. Antonino.

Como mensageiro da ocasião, o Pr. Israel Belo de Azevedo, da IB Itacuruçá, abriu o momento de homenagens e reflexões. “Ele agora está no gozo do seu Senhor. Recebeu talentos como graça de Deus. Como graça de Deus ele os distribuiu, como graça recebe tudo do Senhor… o melhor do Senhor, que é a alegria da companhia de Deus”, disse o pastor. Também registraram palavras de gratidão a Deus o Pr. Fausto Aguiar de Vasconcelos, presidente da Convenção Batista Brasileira, o executivo da CBB, Pr. Sócrates de Oliveira, e o presidente da OPBB Carioca, Pr. David Curty, entre outros.

O vice-presidente da IB Gardenia Azul, Marcos Barbosa, representando a igreja pastoreada por Antonino, consolou à família e ressaltou o legado deixado pelo líder. “Chegando aqui, podemos sentir que ele fez uma revolução, nos levando para outro local, levantando um templo… a educação cristã. [Trouxe benefícios] não somente no aspecto físico da igreja, mas espiritual. Nosso bairro é carente, mas o pastor demonstrou seu esforço pelas famílias necessitadas, com ação social e levando a Palavra também. Sentimos um legado inquestionável e não temos palavras para nos expressar sobre isso. Só quem foi ovelha dele pode testemunhar sobre isso. Como ovelhas, nos alegramos pelo ensinamento deixado por ele. O trabalho do pastor não foi em vão. “

Durante as homenagens da família, irmã Regina, viúva de Antonino, agradeceu a participação de tantos amigos, ressaltando que isso era mais um sinal dos valores deixados em vida. “Minha palavra vai ser de gratidão e alegria porque ele está no lugar em que esperava e sobre o qual falou a vida inteira. Se hoje temos presentes tantos parentes, amigos e colegas que não víamos, é mais uma chance dele compartilhar o amor que conheceu em Cristo e que hoje é cantada nas vozes dos netos. Glórias a Deus por essa experiência que nos atravessa e transforma”, afirmou.

Dando continuidade ao discurso de sua mãe, André agradeceu pelas experiências e ensinos deixados pelo pai. “Choramos muito durante os últimos dias, quando veio a notícia inesperada. Mas nossa palavra é de gratidão por esse cuidado que Deus tem mostrado através de pessoas, de mensagens carinhosas… O que posso falar do meu pai é que ele é referência para mim… de amor, de alegria e paz, bondade, benignidade, domínio próprio. É referência de integridade e ética. Espero continuar este exemplo, esta obra dele.”