Janeiro é um período de descanso para muitas pessoas, mas para jovens de várias igrejas batistas brasileiras o primeiro mês do ano representa uma oportunidade imperdível de transformação de vidas através de projetos promovidos pela denominação. Teve início, no dia 5 de janeiro, a mobilização missionária Pés no Arado, organizado pela Juventude Batista Brasileira, em parceria com as Convenções Batistas Carioca e Fluminense. O projeto conta com a participação de cerca de 170 jovens e vai alcançar com o evangelho de Cristo mais de 10 localidades em todo o estado.

Aqui, na cidade do Rio, os cariocas estão concentrados em 5 bases. São elas: Igreja Batista Jd Arimateia, no Morro da Mangueira; Igreja Batista do Leme; Igreja Batista do Mallet; Igreja Batista do Sampaio; e no Morro da Providência, que tem sido um polo missionário da Comunidade Batista Vida.

Os voluntários participaram do culto de comissionamento na noite de sábado e, no domingo, foram treinados por líderes das duas convenções envolvidas, entre eles o nosso diretor executivo, Pr. Nilton Antonio de Souza.

Voluntários e crianças do Morro da Providência

Apesar das fortes chuvas que caem em todo o estado do Rio de Janeiro, algumas bases já começaram suas atividades. No Morro da Providência, voluntários interagiram com as crianças da comunidade, realizando brincadeiras educativas e, de maneira lúdica, apresentaram a esperança de Cristo. Cerca de 40 meninos e meninas estiveram envolvidos com este trabalho missionário.
Pr. Juan, que coordena o Pés no Arado no Morro da Providência, comentou sobre o primeiro dia das ações na localidade. “Domingo é um dia muito atípico no morro. As pessoas não costumam ficar aqui. As crianças saem para passear ou visitar os pais porque a maioria tem pais separados. Na parte da manhã, fizemos uma caminhada de oração para conhecer os pontos de trabalho. Vamos oferecer às famílias os estudos bíblicos do livro de João. Abrimos a base à tarde, para receber as crianças que permaneceram no morro”.

Segundo Juan, a troca de experiências com as crianças também trouxe aprendizado à equipe. Foi o momento de resignificar valores e enxergar a vida de uma ótica diferenciada. “Eles conheceram a realidade das crianças e isso foi um choque para alguns voluntários. Uma pessoa de nossa equipe estava com o semblante triste por causa da dureza da vida desses meninos e meninas, mas ela acabou vendo que, mesmo com esse tipo de vida, é possível sorrir, brincar e ver graça nas coisas”.

Na Igreja Batista de Jd Arimateia, na Mangueira, cerca de 20 voluntários já estão dando apoio aos projetos locais. Ontem, eles apoiaram o culto e nessa segunda-feira, pela manhã, saíram pela comunidade para divulgar as atividades infantis que acontecerão nos próximos dias. Agora à tarde, os voluntários estarão no Sinimbu, visitando lares e convidando para os encontros de pequenos grupos da igreja que acontecerão no período da noite.

Cerca de 15 pessoas atuam na região da Igreja Batista do Sampaio. Ontem apoiaram a igreja na realiza dos cultos e também realizaram o reconhecimento da localidade e atividades com crianças. Na manhã dessa segunda-feira, os voluntários saíram para evangelizar o bairro, indo até uma área de grande concentração de usuários de crack. Segundo o líder da equipe, Ronan Lima, à noite ainda visitarão lares de pessoas que se encontram afastadas do evangelho.

Ajude-nos em oração, para que nossos voluntários encontrem corações abertos ao evangelho. Em breve, teremos informações sobre as outras bases cariocas. Permaneçam conosco!