A evangelização de enlutados, no feriado do Dia de Finados, alcançou muitas vidas com a mensagem de Cristo e renovou o ânimo de membros de igrejas cariocas. Abaixo, separamos os testemunhos da equipe que esteve em Irajá, realizando atendimento social e aconselhamento cristão.

Na data do dia 24/10/2018, recebi um telefonema da Pra. Kátia, 2ª vice presidente da Assoc. de Igrejas Batistas Norte Carioca, a pedido do presidente Pr. Nivaldino, para um impacto de evangelização no cemitério de Irajá, no dia 02/11/2018. Logo me empolguei diante do apoio que iria receber desses irmãos.

Mediante este convite, fiz contato com a administradora do cemitério e esta me solicitou um ofício informando o que pretendia fazer e entregaria na Concessionária da Rio Pax. Junto com o pr. Nivaldino preparamos o ofício com as seguintes informações: Precisamos instalar duas tendas no interior do cemitério para atender gratuitamente os familiares que por ali passassem com aferição de pressão, água mineral, literaturas e folhetos.

Após feito o contato, recebi um áudio, dizendo que poderia instalar somente uma tenda. Esta resposta logo nos deu por satisfeito. Entrei em contato com o Pr. Nivaldino informando sobre a liberação para a instalação da tenda no interior do cemitério, este logo saiu mobilizando pastores informando sobre um treinamento que iria acontecer na véspera do evento.

Enfim, conseguimos treinar em torno de 25 pessoas e no dia do evento havia, aproximadamente, 50 pessoas na evangelização. O impacto foi maravilhoso! Muitas pessoas foram consoladas e revigoradas com orações e a Palavra de Deus aplicada em seus corações. Toda honra e toda glória sejam dada ao Senhor que tudo providenciou e caminhou na mais perfeita Paz.

Capelão – Pr. Nelson Cardoso

 

O impacto evangelístico do Dia de Finados contou com 12 igrejas representadas. Foram elas: 1)Pib Irajá, 2) SIB de Irajá , 3) Nova Canaã – Colégio, 4) Betel da Pavuna, 5)Memorial Cachambi, 6) IB no IAPC de Irajá , 7) PIB Fundação-Guadalupe , 8)PIB da Penha, 9) IB da Vitória – Vigário Geral , 10) Igreja Batista Renascer em Vaz lobo, 11) Igreja Batista Memorial Ilha do Governador, 12)Igreja Batista no Corredor Esportivo (I. Governador).

Além disso, a ação contou com o apoio de organizações como a UFMBB, que cedeu os devocionais Manancial de Oração; e da SIB de Irajá, na doação de lanches, frutas e almoço.

Ao todo, foram distribuídos 280 mananciais; 350 folhetos e 600 copos de água mineral. Com relação aos atendimentos na tenda, foram 146 aferições de pressão, 40 orações, mais de 200 fichas preenchidas e 3 decisões.

Atendimento na tenda

 

A senhora Terezinha passou por mim duas vezes. Estava perdida, procurando o túmulo do seu irmão. Resolvi acompanhá-la e juntas procurar o local. Enquanto andávamos, pude falar de Jesus Cristo e do seu cuidado conosco. Falei que era necessário servir ao nosso próximo sem querer nenhuma gratificação. Convidei esta senhora para uma visita em nossa igreja (PIB em IRAJÀ), e para participar do ministério da Terceira Idade. Deixei-a no local, pois encontramos um rapaz que estava pintando e limpando o túmulo. Para minha surpresa e gratidão, ela voltou à Tenda da Capelania Junto aos Enlutados para verificar a pressão. Preenchi a fixa de nossa igreja e explicamos sobre os horários de cultos. Foi benção!
Patrícia (PIB Irajá) 

Em minha igreja, ouvi a mensagem “O DEUS QUE AGE” no texto de Isaias 14:27 “Porque o Senhor dos Exércitos o determinou; quem o invalidará? E a sua mão está estendida; quem pois a fará voltar atrás”? Comuniquei essa mensagem ao Pr. Nelson, pois ele estava orando ao Senhor Jesus para que a RIO PAX do cemitério de Irajá liberasse a Tenda da Capelania Junto aos Enlutados. E para nossa alegria e a divulgação do evangelho, recebemos a liberação. E um dos nossos colegas pastores nos informou que é a primeira vez que liberam esse espaço para os evangélicos. A administração foi ao local, tirou fotos e elogiou o bom trabalho realizado. Pessoas vinham à Tenda com muita alegria e voltaram com a mensagem de Cristo em seus corações e saiam com um copo de água mineral para saciar a sede. É o segundo ano que estamos com a Tenda e o Senhor Jesus sempre Transformando Vidas! “E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo lugar a fragrância do seu conhecimento.” 2 Corintios 2:14
Pr. Ademilson Pacheco de Castro (Igreja Batista Memorial da Ilha)

Pela segunda vez eu pude participar desse trabalho da Capelania Junto aos Enlutados! No ano de 2017 eu trabalhei na Tenda, verificando a pressão das pessoas que buscavam atendimento. Dessa vez, eu pude caminhar pelo cemitério de Irajá com a missionária Andreia e o Pr. Ademilson Pacheco para falarmos de JESUS. Muitos aceitaram a oração e receberam o manancial. Ao final da abordagem sempre informávamos sobre os serviços oferecidos na Tenda e muitos usufruíram desses serviços. No evangelismo pessoal, tivemos algumas experiências: Ao encontrarmos a Sra. Nivea, que chorava bastante, falamos sobre a palavra de Deus e a Missionária Andreia orou por ela. Após a oração, foi possível observar a mudança no semblante da Sra. Nivea que, em vez de chorar, passou a sorrir! O Espírito Santo agiu naquele coração! Deus agiu no cemitério de Irajá!
Liliam Rangel de Assis (Igreja Batista no Corredor Esportivo – IBCE)

Vários momentos me impactaram, mas o que me tocou de verdade foi no momento em que estava aferindo pressão de uma senhora e, ao término, quando falei um pouco do amor de Jesus e entregando o manancial, dizendo a ela que era a porção de Deus para vida dela, ali ela se derramou. Senti nela a necessidade que estava de conhecer o Deus que servimos. E vi também a importância desse trabalho. No primeiro sepultamento, quando já sepultado, muitos se descontrolam e correm para serem assistidos pela equipe. Bom, esse é um pouquinho do que apreciei. Trabalho maravilhoso! A Deus toda honra e glória. Precisamos falar muito mais do amor de Cristo, o mundo está precisando.
Zenadia e Leonardo (Igreja Batista Memorial em Cachambi)

O trabalho que foi realizado no Dia de Finados, no cemitério de Irajá, foi de muita excelência em cuidar do próximo. O cuidado físico foi realizado pela verificação de pressão arterial, por ser um dia que mexe muito com o emocional. Evangelizando pelas ruas do cemitério, encontravam-se pessoas em desespero, ao lembrarem-se dos seus entes queridos. Quando era realizada uma oração, a pessoa era consolada pelo próprio Jesus e, logo, aquele desespero era trocado por um sorriso de ter sido consolado. Hoje, em um mundo tão materialista, as pessoas não entendiam como outras poderiam se preocupar com ela sem custo algum. Não entendiam que tudo já tinha sido pago na cruz. Foi um dia em que o nome de Jesus foi anunciado e os enlutados foram consolados nesse nome.
Andréa (PIB do Anil)

Esse ano foi muito impactante. Fizemos uma parceria com a Segunda Igreja Batista de Irajá, onde centralizamos as reuniões, com a ajuda da Associação Norte Carioca, do Missionário Pr. Nelson, do diretor geral da CBC, Pr. Nilton e outros pastores envolvidos. Tivemos a tenda montada dentro do cemitério, com três mesas, pessoal da saúde e também os copos de água. Tivemos mais de 200 fichas preenchidas, sempre orando com as pessoas e perguntando se havia algum pedido específico. Muito feliz esse ano, fui impulsionado a fazer alguns apelos. Para minha surpresa, várias pessoas aceitaram Jesus, levantando suas mãos e se entregando para ele. Inclusive, um rapaz que estava ali trabalhando, limpando as tumbas. Fiz o apelo e ele aceitou Jesus para glória e honra do Senhor. Meu agradecimento a todos que contribuíram de alguma forma: indo ou doando os materiais.
Pr Leonardo Valeriote (PIB Irajá)