José Maria de Souza, Pastor da PIB da Barra da Tijuca e Presidente da CBC

Transparência é uma palavra que pode ser melhor entendida através de uma outra palavra: integridade. Ser transparente é evidenciar de forma publica o que se faz e se acredita em particular. 

Há uma valorização tremenda da integridade nos ensinos bíblicos, a começar por uma das bem-aventuranças que afirma: “Bem-aventurados os puros de coração, por que verão a Deus”. Mateus 5.8

Quando se trata de cooperação e unidade a transparência aliada da integridade entra como um elemento primeiro de crença. Ou seja, cada batista precisa reafirmar em sua mente estes valores. Temos aprendido que somos e praticamos o que cremos ou na linguagem bíblica o que pensamos. Lemos em Romanos 12.2 que qualquer mudança de comportamento que queremos demonstrar ela acontece primeiro na mente. “Transformai-vos pela renovação da vossa mente”. Esta transformação ou mudança é algo profundo e radical. 

Já na origem da entrada de alguém para a membresia de uma igreja batista, a declaração ouvida desta pessoa é que ela vem para somar, para cooperar, para ajuntar e promover a unidade. Ou seja, precisamos enquanto denominação, ainda que sejamos pessoas diferentes, que tenhamos ideias diferentes sobre um mesmo tema, firmar a nossa crença que somos do mesmo “time”, estamos do mesmo lado, temos a mesma bíblia, temos o mesmo Espirito e o inimigo de um é comum a todos. Como crença, unidade e cooperação devem fazer parte da nossa vida.

As ações da nossa crença são ou serão decorrentes e se mostrarão de variadas formas. Revelar unidade e cooperação ocorre pela forma como nos comprometemos: (a) Em orar por nossa Convenção, por suas ações regulares através das várias organizações, orar por seus lideres incluindo a Diretoria, a direção executiva, os nossos missionários; (b) Em nos manter informados sobre tudo o que esteja sendo realizado em todo o âmbito da Convenção; (c) Em oferecer sugestões para um bom funcionamento deste o daquele setor, desta ou daquela atividade; (d) Em disponibilizar os ambientes da igreja na qual se é membro ou viabilizar para que isso aconteça, de modo que as atividades da Convenção sejam bem acolhidas e bem realizadas; (e) Em nos fazer presentes nas atividades realizadas.

Estas são algumas sugestões dentre várias outras formas de evidenciarmos unidade e cooperação, que como estas já acontecem, sendo que algumas delas são mais evidentes numa ou noutra igreja por razões as mais diversas. O mais o importante é que tenhamos claro que sem excluir a cooperação financeira, essencial para o bom desempenho das atividades convencionais, temos outras possibilidades tão importantes quanto esta.Que o compromisso de transparência através da cooperação e da unidade esteja presente em cada batista carioca como forma clara de um valor que acreditamos.

Oremos:
1. Pela Diretoria da CBC e suas atribuições diante da denominação, Colégio Batista e Junta de Ação Social da CBC.

2. Pelos membros que compõem o Conselho Administrativo da CBC a fim de que sejam cumpridores da missão que receberam, refletindo com transparência a integridade de Cristo.

3. Pelo Diretor Geral, Pr. Nilton Antônio de Souza e sua família.

4. Pelos funcionários que atuam na sede da Convenção Batista Carioca no cumprimento exemplar de suas funções.

5. Pelo despertamento e comprometimento de cada igreja batista com as ações desenvolvidas no âmbito do campo batista carioca.

 

»Baixe aqui a versão em PDF desta devocional