A ação de voluntários tem sido um dos destaques da Capelania Hospitalar de Missões Rio. Com os missionários na coordenação das ações, é possível alcançar um grande número de pessoas que precisam de aconselhamento e conforto emocional e espiritual enquanto passam por momentos difíceis de recuperação da saúde.

O coordenador da Capelania Hospitalar, Pr. Miguel Kopanishyn, explica que as equipes, formadas de membros das igrejas evangélicas, são devidamente treinadas para esta tarefa. “Cada unidade hospitalar tem seu sistema de visitação. Em especial, no Hospital Norte D’Or, as visitas dos voluntários evangélicos se dão semanalmente na terça-feira e aos domingos, das 14h às 16h. A equipe já foi capacitada e é acompanhada por mim. Através de uma escala mensal, os participantes têm a oportunidade de atuar nos diversos andares, visitando os pacientes, ouvindo-os e compartilhando textos consoladores da Palavra de Deus.”

A forma como a capelania hospitalar tem atuado dá ao paciente a oportunidade de ouvir o evangelho a partir de muitas perspectivas. Um senhor, que já se encontra no terceiro mês de internação por conta de um câncer, já recebeu diversas visitas que, segundo Pr. Miguel, estão fazendo toda a diferença. “Com essa maneira diferenciada de compartilhamento do amor de Deus, cada semana um voluntário diferente tem se apresentado a ele. O que este paciente tem observado é que timbres de voz, personalidades, formas de agir e falar de cada visitador é diferente. Mas tem algo em comum: todos são representantes de Deus e a sua Palavra está sendo apresentada de forma viva e consoladora.”

Este paciente em especial tem demonstrado desejo de ouvir mais sobre o evangelho. Quando não está na companhia de um visitador, ele ouve áudios da bíblia em seu celular. “A transformação em sua vida já é perceptível. Seu semblante está mais sereno, a angústia da doença que lhe corrói tem sido substituída pela paz que só Jesus Cristo dá”, comenta o coordenador da Capelania Hospitalar. “Em testemunho do impacto que a Palavra lhe causa, ele testemunhou: Cada vez que ouço a Palavra de Deus, fico arrepiado, me emociono e sinto a presença de Deus”, completou o pastor.

Vamos continuar levando o direito à esperança a todos os cariocas. Pedimos que você não desanime e que continue servindo a Deus com seus recursos e dons.

Ajude-nos em oração:

– Por mais voluntários para os hospitais do Rio;
– Pelos decididos que entregaram-se a Jesus, para que o Espírito Santo continue falando aos seus corações;
– Pelos funcionários enfermos que pediram oração;
– Pela saúde dos voluntários. Alguns passam por enfermidade, no momento;
– Pelos projetos de capacitação para novos voluntários.